Terrorista Cesare Battisti trata Bolsonaro como fanfarrão e desafia presidente eleito a extraditá-lo

Compartilhe essa notícia!

O terrorista Cesare Battisti concedeu há poucos dias uma entrevista à rádio RAI, na qual praticamente desafiou o presidente eleito, Jair Bolsoanro, a extraditá-lo para a Itália, país onde é acusado de vários assassinatos. Durante a campanha, Bolsonaro se comprometeu a tomar providências quanto à permanência do terrorista em solo brasileiro

“Ele pode dizer o que quiser, estou protegido pela Corte Suprema. São só palavras. São fanfarronices. Ele não pode fazer nada, há uma Justiça, é um processo judicial, ele não tem nada a ver com isso. Não acho que Bolsonaro tenha interesse em criar discórdia entre o Poder Judiciário e o Executivo.”


Em 2011, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por seis votos a três, manter a determinação do ex-presidente Lula, e negou o pedido de extradição do terrorista Cesare Battisti. Acusado de quatro assassinatos, ocorridos na Itália, durante a luta armada na década de 70, Battisti foi condenado à prisão perpétua em seu país de origem.

Com informações de O Antagonista

online:

Participe dos debates no grupo!

Compartilhe essa notícia!