PF fecha o cerco e cumpre mandados de busca contra grupo que ameaçou atentado na posse de Bolsonaro

Compartilhe nas suas redes sociais!

O grupo chamado Maldição Ancestral, que assumiu o atentado que falhou numa igreja em Brasília na noite de Natal, foi alvo da PF nesta segunda-feira.

O motivo, além do atentado falhado, é claro, foram as ameaças contra a vida de Jair Bolsonaro. Ao todo foram sete mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, Goiás e São Paulo.

“Se a facada não foi suficiente para matar Bolsonaro, talvez ele venha a ter mais surpresas em algum outro momento, já que não somos os únicos a querer a sua cabeça. (…) Dia 01 de Janeiro de 2019 haverá aqui em Brasília a posse presidencial, e estamos em Brasília e temos armas e mais explosivos estocados” diz uma mensagem no site dos terroristas.

A ministra Damares e o cardeal Dom Sérgio, presidente da CNBB, também foram ameaçados recentemente.

Informação do Estadão.


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

Compartilhe nas suas redes sociais!