Folha de São Paulo dispara contra Bolsonaro e afirma: ‘Fraude com CPF viabilizou disparo de mensagens de WhatsApp na eleição‘

Compartilhe essa notícia!

Novo ataque da Folha à Bolsonaro foi publicado durante a madrugada

Apesar de afirmar à justiça eleitoral que foi imparcial durante toda a campanha eleitoral, porém, à prática desmente a teoria, e mais uma vez, dessa vez durante a madrugada (na calada da noite) à Folha de São Paulo publicou uma nova ‘matéria’ atacando Jair Bolsonaro (PSL), presidente eleito.

Mais uma vez à Folha volta sua artilharia pesada contra os supostos ‘disparos em massa‘ de mensagens eletrônicas supostamente enviadas por WhatsApp (você conhece alguém que recebeu estas mensagens?) e disse claramente na ‘reportagem’ que foi uma ação orquestrada pela campanha de Bolsonaro.

A ‘estória’ da vez é que CPF de idosos foram usados ilegalmente para habilitar centenas de chips pré-pago da CLARO para enviar essas mensagens. O título dessa ‘matéria’ acusatória é: ‘Fraude com CPF viabilizou disparo de mensagens de WhatsApp na eleição‘.

Essa seria a ‘prova’ dos usos dos Chips

O curioso é que essa ‘matéria’ foi divulgada as 02h00 da madrugada deste domingo, favorecendo à disseminação e dificultando ao contraditório, pois na calada da noite, em geral, as pessoas estão dormindo e favorece a disseminação (o termo técnico é propagação) desta ‘reportagem’ da Folha na Web brasileira e mundial. O objetivo é estar entre os ‘trends-topics’.

É inegável que a Folha tem bons números de acessos, o que confere à ela a posição 38 no ranking Brasil entre os sites de Jornalismo. É uma bela posição, apesar de que a Folha vem perdendo acessos ao longo de sua caminhada, quer sejam por desapego dos leitores ou pelas fakes news que vem disparando ao longo de 2018.

Fonte: redegni.com/


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

Compartilhe essa notícia!