ESMAGADO: Testemunha diz que Boechat pulou do helicóptero após a queda e aeronave caiu em cima dele

Compartilhe nas suas redes sociais!

Testemunha diz à polícia que viu passageiro pular do helicóptero na Rodovia Anhanguera

A vendedora Leilaine da Silva, 29, que estava em uma moto ao lado do caminhão que se chocou contra o helicóptero disse que tirou o caminhoneiro do veículo . No acidente, morreu o jornalista Ricardo Boechat.

Uma testemunha do acidente com o helicóptero que caiu na Rodovia Anhanguera no início da tarde desta segunda-feira (11), no qual morreram o jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quattrucci, afirmou ter visto o passageiro pular da aeronave, que depois caiu sobre ele. Ela também disse que tirou o motorista do caminhão atingido pelo helicóptero de dentro do veículo.

“Uma pessoa pulou do helicóptero. O piloto ficou dentro do helicóptero. A pessoa que caiu na pista era o que tinha pulado primeiro. Ele pulou na pista, caiu no chão, e o helicóptero caiu em cima dele”, disse a vendedora Leilaine Rafael da Silva, de 29 anos, no 46º Distrito Policial onde o caso foi registrado.

“Mas eu queria salvar ele. Porque o piloto não pulou, ficou dentro do helicóptero”, completou. Leilane prestou depoimento à polícia e depois conversou com o G1.

O helicóptero saiu de Campinas, no interior do estado, onde Boechat havia participado de um evento pela manhã, e seguia em direção à sede do Grupo Bandeirantes, no Morumbi, Zona Sul. A queda ocorreu na rodovia Anhanguera, junto ao Rodoanel: a aeronave bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela via.

Leilaine contou que estava em uma moto pilotada pelo marido e seguia no sentido Cajamar, no interior de São Paulo. O casal passava ao lado do caminhão atingido pelo helicóptero. A vendedora afirmou que quebrou o vidro do caminhão com um capacete para retirar o motorista.

Globo.com


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

Compartilhe nas suas redes sociais!