EFEITO BOLSONARO: A Rede Globo e os sinais visíveis da derrocada de um gigante

Compartilhe essa notícia!

Vídeo show sendo reformulado a cada semana;

Amor e sexo fora do ar;

Encontro com (eca) Fátima Bernardes fora do ar em alguns estados brasileiros;

Novelas dando traço em audiência;

Boicote à Malhação (até mesmo entre jovens);

Queda em audiência do Jornal Nacional;

Record e SBT liderando em audiência na transmissão da posse do presidente Jair Bolsonaro.

O povo acordou, finalmente! Percebeu a parcialidade e manipulação histórica de uma emissora esquerdista e disposta a destruir o que o país tem de melhor: seu povo, suas virtudes, seus valores.
Uma emissora que quer arrastar para o buraco pútrido onde vivem suas “estrelas” o que ainda nos resta de bom, disseminando a libertinagem, a vulgaridade, o sexo promíscuo, a violência, a rebeldia burra, a lavagem cerebral, a parcialidade comprometida com interesses espúrios.
Conseguimos ontem a primeira etapa rumo ao Brasil que queremos. Este Brasil que reconhece o esforço e a honestidade de um povo pobre, cansado de morrer em filas de hospitais, de estudar em escolas depredadas, com apostilas de orientação socialista que não formam cidadãos, mas pessoas com vida de gado, um povo marcado, um povo infeliz.

Um país com justiça para todos, incluindo a mulher pobre, guerreira, estuprada na saída do trabalho. Do homem que acorda antes do Sol nascer pra lutar por uma vida melhor e que perde a vida por um celular. Da criança violentada por alguém que diz ser um “enviado de Deus”.

A justiça rápida e certeira que sempre funcionou para os colarinhos brancos está com os dias contados. A verdadeira justiça começou na “República de Curitiba”, através de um homem que honrou seu juramento diante da espada da justiça. Com ele, o poder dos maus se enfraqueceu e a luz no fim do túnel, tão esquecida por nós, voltou a brilhar.

Liguei o rádio na CBN nacional, do Grupo Globo, e ouço TODOS os jornalistas criticando a posse do presidente. É visível a intenção de boicotar toda e qualquer ação do novo governo.
Chegaram a reclamar do excesso de segurança, que ameaçava, inclusive, a “liberdade de expressão”, durante o evento de ontem. Esqueceram-se de que Jair Bolsonaro sofreu um atentado e quase morreu. A ameaça aqui, senhores, não é de segurança, mas do medo de ver as máscaras caírem. Mas o povo aprendeu a se informar e fazer valer a sua voz…esse povo está escrevendo uma nova história e ela não é escrita com tinta vermelha.
Que comece uma nova campanha virtual. Uma nova hashtag! Boicote à Rede Globo. Não às novelas, séries e telejornais, que têm como ÚNICO objetivo manter o povo cego, doente, dependente, enfraquecido moralmente. Nosso objetivo é sua queda de audiência e, com sorte, sua falência!

Chega de manipulação! Chega de depravação! Chega de vilania com máscara de bondade. Chega de violência contra a nossa inteligência.

Rede Globo, sua hora está chegando. Faço questão de ser uma das primeiras a começar esta campanha.
Contagem regressiva para o seu fim!
#globolixo
#fimdaredeglobo
(Texto de Sheila Maria Prates)

Fonte: Jornal da Cidade Online


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

Compartilhe essa notícia!